Pular para o conteúdo

Envelhecimento Cutâneo

Envelhecimento de PeleO envelhecimento cutâneo (ou envelhecimento da pele) pode ser classificado em dois tipos: o envelhecimento cronológico, também chamado de intrínseco e o envelhecimento extrínseco ou fotoenvelhecimento. Ambos estão intimamente relacionados e ocorrem de maneira simultânea.

O envelhecimento intrínseco é caracterizado por uma série de alterações genéticas e metabólicas que leva à perda de colágeno e à degeneração tecidual. Esse é o envelhecimento programado e relativamente constante entre os seres humanos.

O envelhecimento extrínseco resulta da interação da pele com o meio ambiente. O principal fator externo envolvido é a exposição solar (fotoenvelhecimento). A radiação ultravioleta (UVA e UVB) provoca aumento da degradação e redução da síntese de colágeno na derme, assim como dano nas células mediado por radicais livres, principalmente na epiderme. Outros fatores externos envolvidos no envelhecimento extrínseco são o cigarro, bebidas alcoólicas e estresse.

Para prevenção do envelhecimento cutâneo devemos nos proteger do sol com uso de filtros solares diariamente, chapéus e roupas adequadas, além de hábitos de vida saudáveis como alimentação, atividade física.

Alguns tratamentos existem para estimular a síntese de colágeno e retardar ou melhorar o envelhecimento cutâneo que são os nutracêuticos (comprimidos a base de vitaminas, colágeno e substâncias antioxidantes), cremes à base de hidratantes e antioxidantes, microagulhamento, lasers, peelings químicos, preenchimentos, toxina botulínica, skinbooster.

plugins premium WordPress